Orientações Gerais

O Ministério da Saúde recém promulgou a Portaria 849, que inclui mais de NOSSAS técnicas no SUS...

Esse acontecimento é bom ou ruim para a nossa Profissão ?

O que se deve fazer, agora ? O que muda? O que preciso adequar?

Bem, quem é Credenciado ao CRT sempre sabe!

 

Tudo começou em 1997 (faz 20 anos!), quando o CRT implantou, por meio da promoção de leis municipais em cidades espalhadas pelo Brasil, a chamada Residência Em Terapia Holística No Serviço Público de Saúde. 

Nesta histórica iniciativa, Profissionais com CRT, mediante contrato firmado sob rígido código de conduta ética e técnica, passaram a atender de forma voluntária e gratuita à população carente, em parceria com as prefeituras, as quais sediam espaço físico em hospitais e escolas, alimentação, transporte e estadia. 

Um dos objetivos conquistados pelo CRT foi o de provar a eficácia de nossas técnicas, além de promover, via marketing social, a Profissão perante toda a sociedade: reportagens elogiosas em TODOS os grandes veículos de comunicação impressa (jornais, revistas...), além de programas de televisão. Até mesmo em rede nacional de rádio e TV foi feito pronunciamento sobre nossos trabalhos!

Uma vez constatado que o sucesso do CRT era irreversível, os grupos corporativistas contrários à existência de nossa Profissão partiram para a estratágia de "apoiar" as técnicas, desde que ELES (ou seja, OUTRAS profissões...) as exercessem no SUS.

Com a tradicional lentidão dos órgãos governamentais, somente em 2006 foi promulgada a Portaria nº 971/GM/MS, que aprovou a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde (SUS). Como de praxe, jamais colocada em prática, pois faltavam as regulamentações. Mas, uma coisa já se tornava clara: só seriam possíveis contratações, desde que sejam para médicos, psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros e demais profissões já habituais ao SUS.

De qualquer forma, nunca contrataram, pois as referidas profissões não trabalham com as NOSSAS técnicas! Por sinal, via de regra, são proibidos por seus próprios Conselhos de exercê-las!

Eis que, decorridos mais ONZE ANOS, agora, em 2017, parece que o governo está com "pressa": em janeiro, promulgou-se a Portaria 145... E, agora, em março, a Portaria 849...

O que se deve fazer, agora ? O que muda? O que preciso adequar?

Bem, quem é Credenciado ao CRT sempre sabe!

 

No link a seguir, que só é acessivel a quem for Credenciado, pois precisa "logar" com número de CRT e CPF, estão as Orientações:

Primeiro, faço seu "login" Clicando Aqui! 

Depois de "logar", Clique Aqui Para Ler As Orientações!

O colega que já é Credenciado (ou que solicitou e não completou a inscrição) e ainda não está em dia, aproveite JÁ e programa a quitação: Clique Aqui Para Voltar A Ficar Em Dia!

Quem ainda não conquistou a CRT, faça isso JÁ, seguindo o passo-a-passo no link a seguir: Conquiste A Sua CRT!

 

A Profissão que amamos é fora do convencional e sua regras estão além do conhecimento decontadores e advogados comuns, pois nunca estudaram a nossa área em suas faculdades, desconhecendo suas idiossincrasias.

Uma simples multa que leve, por desconhecer as regras corretas para enquadramento, impostos e prazos legais, ultrapassará e muito o valor do investimento associativo junto ao CRT.

Qualquer fiscalização de rotina de órgão público que identifique uma "papelada" que seja incorreta em seu consultório, lhe custará anos de disputas judiciais, cujo valor supera muitas anuidades ao CRT somadas...

Ou seja, alguém pode se iludir que está "economizando" ao postergar a quitação junto ao CRT, quando, na verdade, está prestes a arcar com prejuízos de valores muito maiores...

Ou você já conhece toda as Portarias acima e mais regras para impostos, registros..?

E perceba que nos referimos apenas às regras mais recentes... Imagine conhecer TODA a legislação, jurisprudências de nossa área e de todos os anos?

Só o CRT conhece e sabe como orientar seus Credenciados!

Por isso, ficar em dia com o CRT é INVESTIMENTO!

Aproveite para Credenciar-se e/ou ficar em dia e ter sempre acesso aos PARECERES quanto os tópicos como os acima, ANTES que o prejuízo bata à sua porta...

 

Recentemente, em uma destas tramitações legislativas de rotina, virou polêmica em muitos grupos de internet e escolas de nossa Profissão, o REQUERIMENTO nº 480, de 2016, apresentado pelo Senador Humberto Costa, solicitando para a a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa examine o PLS - PROJETO DE LEI DO SENADO 350 de 2014 , da Senadora Lúcia Vânia, que é mais um dos que buscam rever a lei do ato médico, ampliando o monopólio.
Na verdade, assim que, em 2013, foi promulgada a lei apelidada de "ato médico", de pronto, vários senadores e deputados entraram com novos projetos de lei, com o objetivo inserir novos artigos (alguns já vetados antes...) que objetivam monopolizar para os médicos o uso de agulhas, o que afetaria acupunturistas e esteticistas que ainda não tenham migrado para outros estímulos menos polêmicos.
 
Um dos benefícios de conquistar sua valoração com a CRT - Carteira de Terapeuta Holístico Credenciado é poder reivindicar judicialmente o direito adquirido, comprovando  com seu vínculo ao CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística (desde que em dia com suas obrigações associativas e, claro, quanto mais tempo como Credenciado, melhor...),
Como sempre nestes últimos 25 anos, nossa Organização acompanha cada tramitação diariamente e, se for o caso de intervir judicialmente, o faremos.
 
Por isso, mais eficaz que abaixos-assinados, telefonemas a senadores e similares é UNIR a categoria junto ao CRT: quanto maior o número de Credenciados, tanto maior o poder de voto, além da garantia de receita financeira para possibilitar eventuais ações judiciais coletivas.
 
Para quem bem conhece a História da nossa Profissão, sabe que foi preciso aplicar anos de receitas acumuladas (dai a origem de nossas campanhas de antecipação de anuidade...) para patrocinar todas as ações judiciais movidas das esferas federais, onde defendemos as técnicas de nossos Credenciados perante os Conselhos de Medicina, de Fisioterapia, de Psicologia, de Farmácia, de Odontologia, de Biomedicina, de Nutricionismo, dentre outros grupos e... ganhamos !
 
Ainda que tenha sido uma batalha de David contra Golias em que fomos VITORIOSOS, custou toda a capacidade financeira de anos a fio e tal só foi viável graças à adesão de milhares de colegas, os quais, com suas anuidades, patrocinaram esta conquista da Profissão.
 
Ou seja, se conhece algum bom Profissional que ainda não se Credenciou, encaminhe-o ao link: CREDENCIE-SE AO CRT.
 
Se algum colega de seu grupo deixou de estar em dia com suas obrigações junto ao CRT, lembre a esta a importância de voltar à adimplência. Basta ao Profissional acessar o link Quitações e seguir o passo-a-passo para acertar suas pendências.
 
Quem participa de nossos eventos anuais, o Holística, sabe que desde 1997 estamos alertando aos colegas que os políticos seguiriam no Brasil, o mesmo caminho que foi aplicado na França: como não conseguem proibir as técnicas em si, focam na limitação das agulhas como monopólio médico...
 
Outrossim, é importante que cada Profissional seja capacitado em exercer suas técnicas SEM o uso de agulhas, pois, independente de legislação, existe uma grande Clientela potencial que não aprecia ou nem sequer aceita ser "espetado".
 
Nossos Cursos, em especial, o de Holopuntura desde muitos anos ensina aos nossos colegas a Arte da Terapia Milenar Chinesa, adaptando-a aos nossos tempos, com excelentes resultados, com ou sem agulhas. 
 
Para quem ainda não conhece, a seguir, um exemplo de vídeo aula sobre a técnica.
 
Este é o SINTE e o CRT fazendo sempre mais e melhor por VOCÊ !
 

Seu melhor investimento é em VOCÊ !


Para salvaguardar seu Consultório quanto a eventuais crises financeiras do país, tem que conquistar maior porcentual de Clientes com poder aquisitivo superior.


Clientela "classe A" busca Terapeutas "classe A" e este patamar é obtido investindo no bem de mais valia de seu Consultório, ou seja, VOCÊ: quanto mais estudos e conhecimentos, tanto mais sabedoria e qualidade transparecerão em seus atendimentos.


Credencie-se já, pois, apresentar-se com CRT já é o diferencial maior de mercado, que lhe diferencia dos demais 90% dos que atuam na área, pois agrega a CREDIBILIDADE da Organização que soma 25 anos de excelentes serviços prestados à Sociedade !

Clique em Profissional: Conquiste Sua CRT ! ou leia a seguir para saber mais:

Você está prestes a conquistar mais valor em sua Profissão !

Afinal, como ninguém é obrigado a Credenciar-se, nem em manter-se para poder exercer a Terapia Holística, somente quem leva a sério sua Profissão é que conquista seu Credenciamento junto ao

CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística.

Quem se Credencia, o faz de livre vontade, em respeito a si mesmo, com a Profissão e aos Clientes, pois passa a ser reconhecido publicamente como compromissado com a excelência técnica e ética.

Por maior eficiência e para sua comodidade, o máximo de procedimentos são concretizáveis via internet.

Basta acessar o link a seguir e preencher os dados solicitados, acompanhando o passo a passo que se disponibiliza a cada tela: Profissional: Conquiste Sua CRT !

CRT é a marca registrada que abrevia CRT - CARTEIRA DE TERAPEUTA HOLÍSTICO CREDENCIADO, a qual atesta o Credenciamento ESPONTÂNEO do Profissional ao CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística, o que resulta em compromisso contratual ao cumprimento dos requisitos éticos e qualitativos estabelecidos por esta Sociedade Civil.

Frente:

QRCode

Selo Holográfico

Dados Documentais

Foto com fundo de segurança

Verso:

Dados Complementares

Modalidades técnicas cadastradas

Foto, Assinatura, Digital e QRCode

CRT - Carteira de Terapeuta Holístico Credenciado - Frente

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CRT - Modelo - Imagem Ilustrativa

CRT - Carteira de Terapeuta Holístico Credenciado - Verso

Nossa Profissão proporciona satisfação pessoal, horários flexíveis e, ao agregar os benefícios e orientações do SINTE e CRT, também se traduz em honorários dignos e justos.

 

Crises políticas e econômicas, copa do mundo, olimpíadas, claro que afetam a todos, mas, uma vez que seu consultório estiver bem estabelecido, estará cada vez mais “brindado”.

 

Afinal, além de TERAPEUTAS, temos que igualmente aprender a ser EMPREENDEDORES:

 

Determinar o ponto de equilíbrio do valor monetário de seu atendimento é um dos tópicos mais complexos...

Focar CORRETAMENTE o seu público alvo e a publicidade…

Racionalizar as despesas de consultório, com equipamentos, materiais, fornecedores, recepção…

 

Para decidirmos sobre estes tópicos, decorre a necessidade de nos mantermos sempre muito bem informados, razão pela qual, realizamos a Quarta Edição da Pesquisa Nacional sobre o Perfil da Profissão.

 

Graças ao recursos que só o SINTE e CRT, unidos, possuem, os estudos em 2004, 2008, 2012 e, agora, em 2016, já se concretizaram em pesquisas de âmbito nacional, que orientam as respostas às questões acima e muito mais !

 

Nestes últimos doze anos, milhares de respostas foram obtidas, resultando no Perfil Ideal do Profissional, de nosso Público Alvo, dos valores médios das consultas no Brasil.

 

Enfim, TUDO o que se precisa saber para manter seu Consultório bem-sucedido !

 

E, quem já é CREDENCIADO, pode ter JÁ o acesso aos resultados e Conclusões da Pesquisas 2016 !

 

Você deve fazer “login” em www.sinte.com.br, utilizando os 5 dígitos de sua CRT como usuário e os 11 dígitos de seu CPF como senha, encontrará no endereço que segue, todo o CONHECIMENTO conquistado em 12 anos de pesquisas especialmente desenvolvidas para a NOSSA Profissão !

 

Depois de "logar", acesse INFORMAÇÕES ESSENCIAIS “clicando” em O Perfil da Profissão - 2016.

Em nosso site www.sinte.com.br, link NTSV , sugerimos atenção especial à NTSV - TH 002 BRT — BLOCO DE RECOMENDAÇÃO TERAPÊUTICA e aos Anexos , especialmente o FITOTERÁPICOS, ESSÊNCIAS FLORAIS, LINHA ORTOMOLECULAR E ASSEMELHADOS, PRODUTOS DE VENDA LIVRE, RESOLUÇÃO DO CFM, FÓRMULAS MAGISTRAIS, LEGISLAÇÃO SOBRE O TEMA (ao final reproduzido).

A recomendação de chás é permitida, pois é considerada prática de cunho naturalista e não invasiva. Com ou sem fazer uso do BRT - Bloco de Recomendação Terapêutica, e carimbo, o Terapeuta Holístico jamais recomenda FORMULAÇÕES, ou seja, produtos variados a serem manipulados, com especificações quantitativas (mg, ml, etc). 

Poderá, por exemplo, recomendar um produto PREVIAMENTE industrializado, que seja de VENDA LIVRE e que já se encontre pronto. Ou seja, já PRÉ-EXISTE o produto, já PRÉ-EXISTE  a indústria responsável, já PRÉ-EXISTE  o farmacêutico e/ou químico responsável pela fórmula e, claro, sendo de VENDA LIVRE (sem necessidade de receita médica).

Agora, se tentar ser o responsável pela formulação, mandando-a para manipulação, pode ter certeza do risco de processo por exercício ilegal de medicina... Esse é o acordo formal entre o Conselho de Farmácia e o Conselho de Medicina (ao menos, até a recente Resolução do Conselho de Farmácia, publicada em 26/09/2013). 

Um erro comum é mandar aviar formulações: excetuando-se o caso da terapia floral, TODA formulação é considerada monopólio médico, inclusive, quanto a produtosortomoleculares, homeopáticos e fitoterápicos. 

Se no consultório desses profissionais for encontrado produtos SEM nota fiscal, SEM constar claramente na embalagem que eram produtos devenda livre e que foram fabricados por laboratório legalmente constituído e o número de registro do produto na ANVISA, jásão motivos mais que suficientes para enquadrar como crime contra a saúde pública, o que, por sinal, é inafiançável.

Quanto a acusar de exercício ilegal de profissão, basta ser um produto que necessite de receita médica, tipo Ginkgo biloba, Valeriana, Erva de São João (por exemplos...) que já haveria provas suficientes...
 
Ou, mesmo que os produtos sejam classificados como de venda livre, MAS, se forem recomendados para alguma DOENÇA, também fica caracterizado o crime de exercício ilegal de medicina, já que doenças, tanto em seu diagnóstico, quanto para tratamentos, são monopólios médicos.

Conforme orienta o livro Tutorial Terapia Holística e também em www.sinte.com.br, DOENÇAS são monopólio médico. Tanto diagnosticar, quanto tratar DOENÇA é exclusividade médica. Absurdamente, quando os cursos de ortomolecular e fitoterapia ensinam a escolher produtos baseados em "doenças", automaticamente estão ensinando a serem presos por exercício ilegal de medicina... 

Os cursos de Iridologia, Fitoterapia, Ortomolecular e Oligoterapia, ao ensinarem a escolher plantas, oligoelementos, vitaminas, etc, basendo-se no quadro de "doenças", caracterizam o exercício ilegal de medicina... TUDO deveria basear-se em questões "energéticas" (meridianos, chacras, etc...) e, com isso, evitariam as controvérsias judiciais. 

Recomendamos leitura aos textos abaixo. 
 
FITOTERÁPICOS, ESSÊNCIAS FLORAIS, LINHA ORTOMOLECULAR E ASSEMELHADOS, PRODUTOS DE VENDA LIVRE, RESOLUÇÃO DO CFM, FÓRMULAS MAGISTRAIS, LEGISLAÇÃO SOBRE O TEMA

A Ortomolecular é uma técnica de LIVRE EXERCÍCIO, justamente por inexistir LEI FEDERAL que a regulamente. Simples pareceres do Conselho de Medicina não possuem valor legal, outrossim, a vigilância sanitária prefere ignorar este fato e baseia-se neles como se fossem textos sagrados...

Na verdade, quanto à Ortomolecular, longe de estimulá-la, o Conselho de Medicina tão somente tolerou sua prática, com várias restrições, pois tornou proibida aos médicos, segundo a Resolução 1.500 do CFM, a divulgação da "medicina" ortomolecular como terapia de antienvelhecimento, anticâncer, anti aterosclerose ou voltada para patologias crônicas degenerativas, proibindo também a análise de fios de cabelo para caracterizar desequilíbrios bioquímicos.

Perante o Direito, ninguém poderá ser impedido de exercer a Ortomolecular pura e simplesmente, pois só existe crime se houver uma lei anterior que a preveja e, neste caso, inexiste. Outrossim, conforme o uso que dela for feito, pode ser enquadrado como exercício ilegal de medicina, este sim, crime previsto em lei. Por exemplo: se pela iridologia, pulsologia, etc, detectar uma "desarmonia da energia de fígado", tudo bem, mas se disser que detectou uma "hepatite", fica caracterizada a prática ilegal de medicina, pois tanto o diagnóstico, quanto o tratamento de DOENÇAS é uma prerrogativa EXCLUSIVA da classe médica.
 
Pelo mesmo raciocínio, o TH pode tratar a "desarmonia energética do fígado", mas jamais poderá alegar que trata qualquer forma de "doença". Cada vez que um profissional de destaca, fica alvo crescente de perseguições e, como via de regra, inexiste um cliente sequer que tenha sido lesado, os detratores terão que se apegar ao famoso "pêlo-em-ovo", comumente encontrado nas expressões infelizes empregadas em cartões de visita, propagandas e registros profissionais como autônomo e/ou empresa nos códigos errados. Jamais use termos como "receituário", vejam com atenção nosso modelo de BRT — Bloco de Recomendação Terapêutica. O uso do título de "Dr", na prática, ao invés de valorizar o TH, tão somente reforçará os argumentos de acusação, que farão uso disto para alegar que é uma tentativa de falsear sua formação, tentando se fazer passar por médico. Na interpretação das "autoridades" legalmente constituídas, ter consultório e permitir ser chamado de "dr" sem ser médico, é processo na certa, em especial se usar roupas brancas.

Em 1999, em resposta a Consulta 6114/99 da Associação Médica Homeopática Brasileira, que questionava ter ou não o farmacêutico direito a prescrever fórmulas homeopáticas, magistrais e similares, uma médica conselheira promulgou o que eles chamaram de Parecer "Jurídico" onde alegavam que só médicos poderiam prescreverquaisquer receitas e caberia tão somente ao farmacêutico aviá-las. Cópia disto foi veiculada às farmácias, as quais simplesmente acataram e, por analogia, se nem aos próprios farmacêuticos eles permitem, menos ainda aos demais profissionais  (ao menos, até a recente Resolução do Conselho de Farmácia, publicada em 26/09/2013)...


Até mesmo os fitoterápicos, classificados OFICIALMENTE como sendo de VENDA LIVRE, vem sofrendo controvérsias devido a uma nova Resolução — RDC n.º 17 / 2000, da Vigilância Sanitária e que dispõe sobre o registro de "medicamentos" fitoterápicos, afirma em seu item "7.3 Conforme aindicação terapêutica, o medicamento fitoterápico deverá ser vendido somente sob prescrição médica".
 
O que podemos concluir disto tudo? Que, na prática, tudo o que se referir a "doença" ("diagnóstico de" e "tratamento de") é monopólio médico (por isso, Terapeuta Holístico trata do "todo", jamais da "doença") e que produtos de VENDA LIVRE são somente aqueles previamente concebidos e manipulados, vendidos prontos já com indústria e técnicos responsáveis (químico e farmacêutico) definidos na embalagem, bem como estampado o registro no Ministério da Saúde ou da Agricultura (conforme o caso...) ou, ainda, a Portaria publicada em Diário Oficial isentando do registro.

Exemplo em Ortomolecular: o Terapeuta Holístico certamente pode fazer uso do BRT e recomendar "Gel Terreno Anérgico" HeloCatal (que já vem de fábrica com Cu-Au-Ag, com registro no MS, empresa responsável, etc.). Porém, se mandar aviar uma "receita" de "base suave de gel + glicerina bi-destilada, renovitase, Cu-Au-Ag", o pedido será recusado. Ou seja, é o mesmíssimo produto final, outrossim, o primeiro já vem de fábrica pré-concebido e com a responsabilidade técnica bem definida na embalagem... A farmácia necessita passar adiante a RESPONSABILIDADE pelo preparado, isentando o farmacêutico de "culpa" em caso de algum problema posterior e isto só possível quando a receita a ser aviada vier de um médico (que "tudo pode" na legislação brasileira...) ou se o produto que comercializam for de uma empresa regularmente constituída com as devidas licenças e registros sobre o que fabrica.

Gostaríamos nós de dizer que o Terapeuta Holístico "tudo pode" como o médico, mas se o fizéssemos estaríamos faltando com a verdade. Preferimos "assustar" alertando sobre os riscos que correm e preveni-los, evitando que tenha que passar pelos mesmos problemas que outros profissionais menos informados tiveram que enfrentar.
 
Para sua própria tranquilidade, recomendamos que todo Terapeuta Holístico encare como um desafio a mais e adapte seu modo de trabalhar para que utilize tão somente produtos de "venda livre", ou seja, industrializados com formulações pré-concebidas.

No Diário Oficial deste dia 11/07, a presidente Dilma aprovou a lei apelidada como "Ato Médico", passando a vigorar em 60 dias, ou seja, setembro de 2013

Conforme já havíamos antecipado, abaixos assinados e passeatas, no tocante a esta questão, eram irrelavantes, pois tal acontecimento era mais do que esperado, pois se trata de uma medida política compensatória ("moeda de troca") pelo fato da bancada médica ter sido muito contrariada com a "importação" de médicos estrangeiros e com o aumento (a partir de 2015) dos anos dos cursos de medicina e da obrigatoriedade dos formandos atenderem compulsoriamente no SUS...

Um dos trechos mais polêmicos e que foi aprovado é justamente o que dita: "Indicação da execução e execução de procedimentos invasivos, sejam diagnósticos, terapêuticos ou estéticos..." . Ou seja, a vida profissional dos "não-médicos" dependerá do bom senso dos juízes em interpretar corretamente, baseando-se nas jurisprudências (casos julgados anteriormente...).


Parabéns aos filiados ao 
CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística, visto que estão garantidos por nossas VITÓRIAS JUDICIAIS !

Já para quem não é filiado, ou se associou a grupos que só "fingem" que são "sindicatos", "federações", "confederações", MAS, não tem a nossa CERTIDÃO MINISTERIAL, resta "correr", se filiar à VERDADEIRA organização que representa a nossa PROFISSÃO em todo o Brasil, ou seja, o CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística, bastando seguir o passo a passo, clicando em Filie-se Já !

Após quase 12 anos tramitando pelo Congresso Nacional, o projeto de lei apelidado como "Ato Médico" recebeu agora a sanção final, da Presidência da República, para se transformar em Lei em vigor em 60 dias.

 

Leia mais...

Quem conhece a HISTÓRIA de nossa Profissão, bem sabe que o CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística teve sua fundação no ano de 1992, sendo que o Ministério do Trabalho outorgou a Certidão Ministerial de Reconhecimento do SINTE como legítimo e único representante da Profissão no Brasil, em 1995, e, a partir de 1997, TODO O TERRITÓRIO BRASILEIRO passou a ser a base atendida com exclusividade pelo SINTE.

Certidão Ministerial do SINTE

O SINTE somou mais de 23 anos de grandes conquistas para a sua, para a NOSSA PROFISSÃO.

A partir de 2015, de livre vontade e para valorizar ainda mais os Profissionais, o SINTE abre mão do chamado "imposto sindical" e também opta, espontaneamente, por manter-se fora do movimento sindical (por questões éticas, o SINTE discorda dos rumos adotados atualmente pelas "centrais"...), ao mesmo tempo em que impulsiona a todos os colegas a retomar os ideais originais do movimento, que é o Credenciamento voluntário ao CONSELHO, ou seja, o CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística.

Assim sendo, a proposta atualizada é a de que a CRT, que é a marca registrada de conformidade e excelência em nossa Profissão seja expedida nacionalmente via aCRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística e, internacionalmente, pela entidade homônima: SINTE - Sociedade Internacional de Terapia.

Desta forma, todos os Profissionais que aderem espontaneamente, passam a ter a oporttunidade de evoluir ainda mais a sua VALORIZAÇÃO, por meio da CRT, agora em versões Nacional e Internacional.

Assim sendo, o SINTE, sindicato, em prol da evolução da proposta e da retomada dos ideais originais, espontaneamente se coloca à parte, abrindo passagem para o FUTURO da Profissão, que continua em excelentes mãos: CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística e SINTE - Sociedade Internacional de Terapia.

Ambas as entidades, sem vínculos com nenhum governo, nem partido, estão absolutamente livres e isentas para levar a Terapia Holística ao próximo patamar de Qualidade e Ética, indo além do Brasil, incluindo todos os demais países !

Comemore conosco, unindo-se a todos os demais Profissionais que levam a sério seus trabalhos:

VOCÊ quer, pode e MERECE usufruir de nossas VITÓRIAS

e da garantia dos DIREITOS ADQUIRIDOS ao Livre Exercício da Profissão !

Leia mais...

Certidão Ministerial do SINTE

 Aqui você encontra TUDO sobre Terapia Holística:

Acupuntura, Aconselhamento, Auriculoterapia, Bioenergética, Cristais, Cromoterapia, Cromopuntura, Do-In, Florais, Geoterapia, Holopuntura, Iridologia, PNL, Psicanálise, Psicoterapia Holística, Reflexoterapia, Reiki, Shiatsu,Tai-Chi-Chuan, Terapia Corporal, TVP, Watsu, Yôga e muito mais !  

SINTE - Sindicato dos Terapeutas teve sua fundação no ano de 1992, sendo que o Ministério do Trabalho outorgou a Certidão Ministerial de Reconhecimento do SINTE como legítimo e único representante da Profissão no Brasil, em 1995, e, a partir de 1997, TODO O TERRITÓRIO BRASILEIRO passou a ser a base atendida com exclusividade pelo SINTE.

 

Soma mais de 23 anos de grandes conquistas para a sua, para a NOSSA PROFISSÃO.

A partir de 2015, de livre vontade e para valorizar ainda mais os Profissionais, o SINTE abre mão do chamado "imposto sindical" e também opta, espontaneamente, por manter-se fora do movimento sindical (por questões éticas, discordamos dos rumos adotados atualmente pelas "centrais"...), ao mesmo tempo em que impulsiona a todos os colegas a retomar os ideais originais do movimento, que é o Credenciamento voluntário ao CONSELHO, ou seja, o CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística.

 

Assim sendo, a proposta atualizada é a de que a CRT, que é a marca registrada de conformidade e excelência em nossa Profissão seja expedida nacionalmente via CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística e, internacionalmente, pela entidade homônima: SINTE - Sociedade Internacional de Terapia.

 

Desta forma, todos os Profissionais que aderem espontaneamente, passam a ter a oporttunidade de evoluir ainda mais a sua VALORIZAÇÃO, por meio da CRT, agora em versões Nacional e Internacional.

 

Assim sendo, o SINTE, sindicato, em prol da evolução da proposta e da retomada dos ideais originais, espontaneamente se coloca à parte, abrindo passagem para o FUTURO da Profissão, que continua em excelentes mãos: CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística e SINTE - Sociedade Internacional de Terapia.

 

Ambas as entidades, sem vínculos com nenhum governo, nem partido, estão absolutamente livres e isentas para levar a Terapia Holística ao próximo patamar de Qualidade e Ética, indo além do Brasil, incluindo todos os demais países !

 

Comemore conosco, unindo-se a todos os demais Profissionais que levam a sério seus trabalhos:

Conforme amplamente divulgamos, desde 2015, o SINTE, de forma totalmente espontânea, abriu mão de receber sua parte da GRCSU - Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical, tanto para poupar despesas aos Credenciados, como também, por discordar dos rumos que o movimento sindical brasileiro tem seguido, nos últimos tempos.
 

Ou seja, o SINTE , mesmo enquanto ainda existia como sindicato, nunca tomou nenhuma atitude contrária a quem deixasse de quitar a GRCSU

Outrossim, a lei que obriga ainda está em vigor e muitos contadores de nossos Credenciados tem nos consultado, em busca de uma opção alternativa, a qual sugeriremos, que seja quitar o valor mínimo (R$ 5.70), diretamente ao Ministério do Trabalho.

O valor de R$ 5,70 é obtido como base de cálculo de 30% da MVR (máximo valor de referência, índice este há muito extinto, mas que ainda consta na lei...), sendo este adequado aos trabalhadores autônomos e profissionais liberais.

O preenchimento e obtenção da GRCSU deve ser realizado ONLINE, via site da Caixa Econômica Federal.

Como sempre, quando se trata em sites governamentais, funciona melhor no navegador Internet Explorer.

A seguir, o passo-a-passo:

Acesse o seguinte endereço:

https://sindical.caixa.gov.br/sitcs_internet/contribuinte/login/login.do


Na tela de acesso, resolva o desafio do "captcha", digitando os dados que constarem na tela (variam a cada novo acesso):Imprima sua GRCSU

AcessandoImprima sua GRCSU

Após digitar os dados da imagem, "clique" em Confirmar, abrindo-se a tela seguinte, devendo "clicar" em Incluir Guia:


Incluir Guia

Imprima sua GRCSU
A nova tela que se abrirá deve ser preenchida da seguinte forma: 

Tipo de Identificação da Entidade - selecione "Código de Entidade Sindical";

CNPJ ou Código de Entidade Sindical - digite "999";

Grau da Entidade - Ministério;

"Clique" em Confirmar.

Código 999


Para a tela seguinte, basta "clicar" Confirmar:

Confirmar


Para a página seguinte, siga estas orientações de preenchimento, com atenção especial ao fato de incluir o HÍFEN em seu CEP (caso contrário, o sistema apresentará erros na sequència):

Valor R$ 5,70 - Código 869

A data de "Vencimento" pode ser até 31/12/2016 (recomendamos esta data, ainda que deseje quitar nos próximos dias).

O "Exercício" é 2016 e o "Valor da Contribuição" é de R$ 5,70 para autônomos (se for empresa, consulte seu contador).

Complemente a sequência, com seu nome completo, seu CPF com 11 dígitos numéricos, sem pontos, nem traços.

Já no campo CEP, ainda que contrariando as orientações da CEF, só irá ser bem sucedido se aplicar HÍFEN... 

Ou seja, os 5 primeiros dígitos numéricos, seguidos de HÍFEN e complementados com os 3 dígitos numéricos finais.

"Clique" em Buscar Endereço.

Vários dados serão preenchidos automaticamente, bastando completar com o Número e, se for o caso, também o Complemento.

Em "Código de Atividade do Contribuinte", preencha com 869, que é exatamente o que corresponde à Terapia Holística e todas as técnicas que engloba.

"Clique" em Confirmar.


A seguinte tela será aberta, para que "clique" em Visualizar Impressão:

Seus dados para conferência


Em Visualizar Impressão, abre-se uma nova página como a que segue, para que possa imprimir e quitar nas agência da CEF e Casas Lotéricas, ou, online, utilizando-se a linha digitável, como faria com qualquer boleto convencional:

Imprima sua GRCSU

 
Nossas Congratulações e conte sempre com nosso apoio. 
 

 

{source}
<!DOCTYPE HTML PUBLIC "-//W3C//DTD HTML 4.01 Transitional//EN">
<html>
<head>
<title>Envie Sua Mensagem Ao SINTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=ISO-8859-1">
<meta name="robots" content="SINTE, mensagem, e-mail, telefone, endereço, fale conosco">
<meta name="keywords" content="SINTE, mensagem, e-mail, telefone, endereço, fale conosco">
<link rel="stylesheet" href="/style.css" type="text/css">
<!-- These styles will complement/override the styles in style.css -->
<style type="text/css">
body {padding: 0; margin: 0; background-image: url(images/white/mid_bk.gif);}
.errTxt {font: 12px Arial,Helvetica,sans-serif; color: #990000;}
/* Form Controls */
.tdHeader, .tdFldHdr, .tdGtoupHdr, .tdGroupItemDesc {font: 12px Arial, Helvetica, sans-serif;}
.tdFldHdr {font-weight: bold;}
.tdHeader {padding-left: 28px; padding-right: 28px; padding-bottom: 18px; padding-top: 10px;}
.tblGroup {margin-top: 5px;}
.tdGroupHdr {font-weight: bold; padding-left: 4px; padding-bottom: 4px; padding-top: 8px;}
.tdGroupItem {padding-left: 18px;}
.tdGoupItemDesc {width: 100%; padding-left: 2px;}
</style>

</head>
<body>
<div id="divForm">
<form name="form" method="POST" action="http://www.sinte.com.br/suporte/enviamsgsintephp53.php">
<input type="hidden" name="action" value="send">
<input type="hidden" name="department" value="2">
<table width=480 border=0 cellspacing=0 cellpadding=0>
<tr><td colspan=2 class="tdHeader"><h3><SPAN CLASS=wh>ENVIE SUA MENSAGEM:</SPAN></h3>Escreva, nos campos a seguir, seu nome, e-mail, telefone (com DDD) e suas questões, comentários ou sugestões e lhe responderemos o quanto antes..
<blockquote><br>Desejando, experimente também o link
<b><A HREF="http://www.sinte.com.br/suporte/livehelp.php?page=http://www.sinte.com.br/suporte/faq/&department=2&tab=4" TARGET="_new">Respostas Prontas</A></b> (Respostas às Perguntas Mais Frequentes ...)

<br>e/ou enviar e-mail para <a href="mailto:contato@sinte.com.br">contato@sinte.com.br</a> ,
<br>ou telefonar (2a a 6a feira, das 9 às 17hs) para <br><B>DDG 0800-117810</B> (ligações gratuitas para telefones fixos, em horário comercial),<br> ou ligue <B>11-3171-1913</B> (aceita celulares e fixos),<br> ou escreva para <br>Alameda Santos, 211 cj 1403<br> São Paulo - SP - CEP 01419-000.
<br><br>
<B>É o SINTE fazendo cada vez mais e melhor por VOCÊ !</B>
</blockquote></td></tr>
<tr><td class="tdFldHdr">Seu Nome Completo:<font color=990000><b>*</b></font></td>

<td><input type=text size=30 name="field_18" value=""></td></tr>
<tr><td class="tdFldHdr">E-mail:<font color=990000><b>*</b></font></td>
<td><input type=text size=30 name="field_9" value=""></td></tr>
<tr><td class="tdFldHdr">Número do CRT (caso possua):</td>
<td><input type=text size=30 name="field_53" value=""></td></tr>
<tr><td class="tdFldHdr">Seu telefone para contato:<font color=990000><b>*</b></font></td>

<td><input type=text size=30 name="field_10" value=""></td></tr>
<tr><td class="tdFldHdr">O DDD de seu telefone:<font color=990000><b>*</b></font></td>
<td><input type=text size=30 name="field_11" value=""></td></tr>
<tr><td colspan=2><table class="tblGroup" width="100%" border=0 cellspacing=0 cellpadding=0>
<tr><td colspan=2 class="tdGroupHdr">Escreva a seguir, suas questões, dúvidas ou sugestões <br>e lembre-se de "clicar" em <B>ENVIAR</B>...<font color=990000><b>*</b></font></td></tr>
<tr><td><textarea cols=30 rows=5 name="field_21" style="width: 90%;"></textarea></td></tr>

</table></td></tr>
<tr><td colspan=2 align="center" class="smRed" style="padding-top: 10px; padding-bottom: 18px;">
<input type="submit" value="ENVIAR" name="submit_button" class="butMargin">
</td></tr>
</table>
</form>
</div>
</body>
</html>


{/source}

Desejando encontrar bons Terapeutas para lhe atender, e/ou Cursos livres sobre as mais diversas técnicas, o melhor é perguntar ao CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística e  SINTE - Sociedade Internacional de Terapia.

Nossos Credenciados estão compromissados ética e contratualmente ao cumprimento dos requisitos éticos e qualitativos determinado em nossas NTSV - Normas Técnicas Setoriais Voluntárias da Terapia Holística, bem como em nossas Orientações e Pareceres.

Na hipótese remota de insatisfação com o atendimento ou aulas dos profissionais que usufruam da CRT - Carteira de Terapeuta Holístico Credenciado, poderá formalizar queixa junto à nossa organização, a qual, por direito estatutário e contratual, atua como polo de conciliação extrajudicial entre as partes, propondo a solução mais justa e rápida possível.

As Indicações Profissionais, solicitadas tanto via www.sinte.com.br, quanto por contato@sinte.com.br , quanto via 0800-1171810 e (11) 3171-1913, são realizadas automaticamente, onde nossos sistemas cruzam os dados de proximidade de CEP e técnicas solicitadas, e justamente para que não se crie privilégios para este ou aquele filiado, é ordenado de forma aleatória, sendo que a cada nova consulta, teremos uma lista de profissionais diferente da anterior; via de regra, limitamos a um máximo de 5 nomes indicados por consulta...

Para solicitar suas indicações, preencha o formulário no link a seguir: Indicador Profissional

CRT - Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística
Você será redirecionado ao site de Pagamentos do
CRT

Recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária publicou uma nova Resolução que se refere indiretamente à FITOTERAPIA, gerando muitas dúvidas entre os profissionais da área.

Nada de excepcional acontece, outrossim, é importante que os Fitoterapeutas mantenham-se sempre atualizados, conforme orientações transmitidas na sequência desta artigo.

É o SINTE, já há 18 anos, sempre zelando pelo bem da nossa profissão !

Leia mais...

Subcategorias